Medicamentos de uso contínuo poderão ter abatimento do Imposto de Renda

    Um projeto de autoria do senador Eduardo Azeredo, do PSDB de MG, propõe que os medicamentos de uso contínuo para doenças como câncer, diabetes e hipertensão, entre outras, poderão ser deduzidos do Imposto de Renda de pessoa física até o limite de R$ 2.830,00.

    A proposta foi aprovada na Comissão de Assuntos Sociais do Senado e ainda deve passar por mais duas comissões do Senado para então seguir à Câmara dos Deputados.

    Fonte: Portal Gaz

    Deixar uma Resposta